C:\Users\Fala guri\Desktop\google45c75f9b8ec9581a.html

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Verdades

Até que ponto você deixa o mundo te influenciar ? Sim, seria impossível viver sendo completamente indiferente com o resto do mundo, mas entre sobreviver de acordo com o que há em nossa volta e apenas seguir o que os outros impõe existe uma diferença muito grande.
Pensar por si próprio, questionar, filosofar.
Precisamos descobrir por nós mesmos nossa ‘ missão ’ terrena, vejo muitas vezes pessoas que seguem dogmas, porque é conveniente e simples, e não por uma crença verdadeira. Isso me decepciona muito. Entre seguir uma ideologia que pode até ser boa, mas sem meus verdadeiros sentimentos e pensamentos e ficar com minhas milhões de dúvidas, prefiro as dúvidas; já que me levam a procurar uma resposta, e fazem com que eu respeite minha própria opinião.
Um ser humano que não usa a filosofia é um número. É somente um número. Alguém que não pensa por si próprio, não sabe o que está fazendo, não se respeita, e acha que o que alguma pessoa disse é mais verdadeiro do que o que ele crê.
Cada pessoa deve buscar sua ideologia. Não deve tentar ser diferente só para chamar atenção, mas se o seu interior for diferente é isso que deve ser. Ideologias destroem preconceitos para criar bons valores, formam pessoas pra enfrentar a vida, por isso temos que ter a nossa e fazer bom uso.
Temos todo o direito de duvidar. É a partir das dúvidas que a filosofia entra em nossas vidas. Então, mesmo que seja para chegar a alguma opinião igual a de outra pessoa, nós mesmos precisamos chegar a essa conclusão. Ou então, somos levados pelo que os outros falam e não por nós mesmos. E então, nunca teremos a certeza de que o que consideramos verdade seja mesmo a verdade.
Mas como fazer um ser humano não ligar para o que os outros vão pensar, se há a necessidade de ser aceito? Autenticidade no lugar de perfeição. Temos que aprender que só dando nossa verdade, receberemos pelo menos uma ponta verdade. Está tudo se movimento, mudando. Tenho necessidade dos ‘ porquês ’, e sei que não vou saber todas as respostas, mas as que eu conseguir serão muito bem aproveitadas.

“ Os mais inovadores são aqueles que deixaram de lado o que lhes disseram que era certo e construíram algo diferente. ”


15 comentários:

Ananda disse...

o que faz a vida interessante é poder questionar o que existe de mais estranho nela
=]


http://opniaoinutil.blogspot.com/

Max Psycho disse...

realmente ninguém é uma ilha, ninguém vive e age isoladamente sem se importar om o que pode acontecer ou o que os outros vão pensar, não deveriamos, mas somos assim, gata dia 31 eu vou postar uma pequena homenagem a todos que frequentam meu blog, espero que passe por lá e vejas, bjsu gata

Rafa disse...

Mais um texto excelente, parabéns.

beijo!

Suzy disse...

Pontos diferentes no mesmo eixo (mundo), são relevantes depende de onde se olha;)

Mas ainda o mundo é dos excêntricos... se bem que sempre acabo confusa...

Beijoss

Lindo blog!*.*

Lipe disse...

Dai ... Lindo o texto realmente ...
Depois vou comentar melhor contigo sobre ele ;D
mas eii é mto bom ler os seus pensamentos e ver que vc realmente da vida a cada palavra escrita aqui ... *.* bheijhuzxxxxxxxx ;D

Saumensch disse...

Ameeeeeeeeei!
E seu blog tá LINDO!
Aliás,
tá MARA!
hahaha

Já melhorei amiga, passa lá dpois!

Beijo! :*

Morfeus disse...

seguir a nós mesmos, ou à ideologia alheia? filosofar requer esforço tremendo para aquele q n ta acostumado a pensar. Se pensarmos veremos que somos mais felizes sendo nós mesmos e ainda damos oportunidades para que os outros saiam tbm de seus enclaustros.

antoniopimenta disse...

As vezes seguimos a maioria por preguiça de pensar, mas uma vez qe fazemos isso, começamos a trilhar o nosso próprio caminho, e logo vem pessoas querendo nos seguir, mas como saber se o nosso caminho é o caminho certo para elas também?

Temos que buscar os nossos caminhos sempre...

Muito bom o seu texto
:)
Abraços

Pablo disse...

Gostei do texto, o que falta aos humanos hoje são os diálogos consigo mesmo.

Belo blog

http://www.sombradaamendoeira.blogspot.com/

Carol°°°Paula disse...

eu gostei desse post!
realmente, é melhor ficar como nossas duvidas pois nelas achamos respostas (gostei dessa parte rsrsrs)
hj o que falta no ser humano, é lembrar o que ele é realmente, antes de seguir o resto da sociedade demos descobrir o q queremos..
parabéns!
bju

Fernanda disse...

Bom...
o que menos algumas (muitas) pessoas tem hoje em dia é sua própria ideologia, seu próprio conceito, ou se tem, escondem e concordam com a maioria! É triste isso né?!
Parecem robôs! A sorte é que tem gente que ainda tem sua próprio opinião!
:)

Passa lá no meu?
http://nandaadnan.blogspot.com/

Edson Carmo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
antoniopimenta disse...

aguardando um novo post...

Ah passa lá no meu depois tem um texto novo!

:D
Abraços

Edson Carmo disse...

O homem tem uma necessidade intrínseca de ser conduzido, guiado, orientado, ensinado... E se ele não encontra Jesus, então ele segue outro caminho – seja de um homem ou de um sistema religioso. Por que o homem gosta tanto de seguir alguém? É certo que é porque não sabe para onde ir! Então ele ouve alguém dizer: “Eu sei”, aí ele acredita e segue sem questionar. O homem tem fome e sede espiritual, mas ele não sabe o caminho para saciar-se. É então que alguém vem com o alimento errado e ele não tem como evitar porque está morrendo de fome?! Assim, é comum, é fácil para o homem seguir um guia cego, porque ambos, guia e seguidor, pertencem ao mesmo mundo – o da escuridão.

Semelhantes atrai semelhantes!

Edson Carmo
http://edsoncarmo-amor.blogspot.com/2008/09/quando-o-amor-e-o-amar-impossvel.html

Jefferson Cristian Machado; disse...

A busca pela justificativa de nossas existência parte da dúvida e da aceitação da necessidade de encontrar-mos as respostas relativas à estas dúvidas. Esplendido texto!

Beijo, querida.