C:\Users\Fala guri\Desktop\google45c75f9b8ec9581a.html

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Mais leve

Mais leve!
Não a ponto de ficar vazia, e ser apenas levada. Por ventos, por (pré-)conceitos, por indiferença ou acomodação. Leve o suficiente para flutuar, alcançar as nuvens... Sem essa mania de querer tocar em tudo. Sentir! Sentir essa leveza a qual me refiro.
Não que o mundo vá ficar mais justo, as pessoas mais conscientes ou a luta menos dolorida. Mas, haverá mais força para levantar, e encarar as coisas como aprendizado, como uma fonte para o crescimento. Ficar mais leve, não significa que os princípios e fundamentos serão abandonados.
Ainda existirão motivos para se desesperar, mas será perceptível o porquê de confiar em si mesmo. Nós merecemos isso. Eu mereço tudo que puder fazer para meu próprio bem-estar, e se precisar me afastar da pressão que impus para compensar todas as revoltas afogadas, eu farei. E ficarei mais leve, cultivando a paciência, serena o suficiente para não desistir.
Não estou ficando mais jovem, não me culpo por não ser perfeita, tampouco tenho uma expectativa muito grande a respeito das outras pessoas. É mais gostoso se surpreender. E cada segundo é tempo precioso para melhorar, para incentivar, para buscar. Cada segundo é tempo precioso para ver além, descobrir um abraço quente, um olhar ensolarado quando nossos olhos estão nublados ou insistimos em chover.
Quero estar mais leve quando isso acontecer. Sem perder o sentimento, a intensidade. Falo de conseguir aproveitar, de pureza, de liberdade. Falo dos sonhos, dos ideais, de teorias secretas e inéditos-viáveis... Falo daquilo que não poderia palavrear, falo do que me tira o sono quando parece que não irei conseguir, mas me faz ver, me faz ver que há um mundo de mistérios construídos dentro de mim, e um mundo de mistérios para conhecer sem medo do que irei encontrar.
Mais leve.
Essência. É disso que estou falando. Da leveza que precisamos para deixar a essência nos percorrer livremente.
" Sem muita pressa e com muita precisão. "

8 comentários:

Macaco Pipi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vagner Rescke disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Saumensch disse...

Oii linda, não sei se vc lembra de mim...
Eu sou a escritora do "Tutti-Frutti ou Morango"... Mas mudei de blog, voltei a escrever e vou add vc à minha lista de links, ok?
Beijoos!

http://docinhosapimentados.blogspot.com/

Guilherme Rossini disse...

Há um mês você começou a seguir meu blog, mas estava entulhado de coisas - entulhos mesmos, rs. Agora, foi surpreendedor quando a visitei essa primeira vez. Consegues verbalizar as abstrações que mais se devem cultuar atualmente. Parabéns; na minha ultima publicação, citei um livro que expõe essas mesmas indagações.

@liiereginato disse...

aaaaah lindo *------------*

Fazendo Diferente disse...

Os pássaros voam levemente...
Excelentes adjetivos!

Adriano Villa disse...

bnoite, td bem? texto muito bonito e reflexivo, buscar o equilibrio e saber usar as dificuldades da vida com forças positivas é muito importante, esperar e não correr, também é algo fundamental para aqueles que querem chegar em algum lugar... não é verdade? me visite tambem... bjs
isso foi lindo
"Cada segundo é tempo precioso para ver além, descobrir um abraço quente, um olhar ensolarado quando nossos olhos estão nublados ou insistimos em chover."

Adriano Villa disse...

eu de novo, gostei do seu blog, onde te sigo? eu gosto de filosofia tambem... bjs